INTERAGRÁRIAS 2013

 

O INTERAGRÁRIAS 2013 é um evento que congrega grupos pertencentes ao PET (Programa de Educação Tutorial) de duas universidades – UNESP e USP – expoentes na área de agrárias. Em seu último encontro realizado em 2012 evidenciaram a pertinência de discutir o princípio basilar da indissociabilidade do ensino, pesquisa e extensão que orienta o trabalho realizado pelos grupos em suas instituições de educação superior e ao mesmo tempo é o compromisso da universidade para com a sociedade.

 

interagrárias

Leave a comment »

Convite para Palestra!

906203_4114658204805_1828605323_o

Leave a comment »

Estão abertas as incrições para a seleção de bolsita para o PET Eng. Florestal

EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTA PARA O PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL – PET N. 01/2012

O Programa de Educação Tutorial torna pública a realização de processo seletivo público para provimento de vaga do corpo discente do Grupo PET – Engenharia Florestal mediante condições estabelecidas neste edital.

PREÂMBULO

1.1. O Programa de Educação Tutorial – PET é desenvolvido por grupos de estudantes, com tutoria de um docente, organizados a partir de cursos de graduação das Instituições de Ensino Superior do país, sendo um grupo por curso, orientado pelo princípio da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão e tem por objetivos:
1.1.1. Desenvolver atividades acadêmicas em padrões de qualidade de excelência, mediante grupos de aprendizagem tutorial de natureza coletiva e interdisciplinar.
1.1.2. Contribuir para a elevação da qualidade da formação acadêmica dos alunos de graduação.
1.1.3. Promover a formação de profissionais e docentes de elevada qualificação técnica, científica, tecnológica e acadêmica.
1.1.4. Formular novas estratégias de desenvolvimento e modernização do ensino superior no país.
1.1.5. Estimular o espírito crítico, bem como a atuação profissional pautada pela ética, pela cidadania e pela função social da educação superior.

1 DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1.1 O processo seletivo público será regido por este edital e executado pela Comissão de Seleção de Bolsistas do Grupo PET.
1.2 O processo seletivo público compreenderá as seguintes etapas:
a) Produção de Textos;
b) Debate;
c) Dinâmica de Grupo;
d) Entrevista.

2 DA VAGA

2.1 A vaga objetiva o preenchimento do corpo discente do Grupo PET – Engenharia Florestal conforme convênio com MEC/SESu.
2.2 Será convocado 1 novo bolsista, para ingresso no Grupo a partir de 1 de dezembro de 2012.
2.2 O aluno selecionado receberá uma bolsa no valor R$400,00 (quatrocentos reais) fixada pela SESu/MEC e paga mensalmente conforme portaria 976 de 27 de julho de 2010.
2.3 O aluno selecionado será admitido e mantido no Grupo até a conclusão do seu curso de graduação, exceto quando não cumprir as atividades previstas no item abaixo.

3 DOS REQUISITOS BÁSICOS EXIGIDOS

3.1 Para ingressar no PET, o candidato deverá satisfazer os seguintes requisitos:
a) Estar cursando o 2º Semestre do curso de graduação em Engenharia Florestal da UNESP-Botucatu;
b) Apresentar bom desempenho acadêmico;
c) Ter expectativa de permanecer como bolsista do programa até a conclusão do seu curso de graduação;
d) Comprometer-se a dedicar 20 horas semanais às atividades do programa;
e) Participar de eventos acadêmicos.

3.2 Em qualquer momento do processo seletivo ou após a realização do mesmo, caso seja detectada alguma inverdade do cumprimento dos pré-requisitos aqui estabelecidos, o candidato será automaticamente eliminado do processo e desligado do grupo (se for o caso).

4 DAS INSCRIÇÕES AO PROCESSO SELETIVO PÚBLICO

4.1 As inscrições serão realizadas na Seção de Graduação da FCA,
4.2 PRAZO DE INSCRIÇÃO: ATÉ 31 DE OUTUBRO DE 2012;
4.3 Não será cobrada taxa de inscrição.
4.4 Antes de efetuar a inscrição, o candidato deverá conhecer o edital e certificar-se de que atende todos os requisitos exigidos.

5 DA QUALIFICAÇÃO TÉCNICA

5.1 Os candidatos devem acompanhar o mural do Grupo PET, situado no Prédio de Ciências Florestais, para obterem informações sobre o local de realização das provas e das entrevistas e sobre eventuais mudanças de horários.
5.2 A etapa de produção de textos terá a duração de 2 horas e será realizada no dia 07 novembro de 2012, com início às 8 horas na Sala de aula do prédio de Ciências Florestais da FCA.
5.3 Para a prova de Redação o candidato deverá comparecer ao local designado munido de caneta esferográfica preta ou azul, lápis ou lapiseira e borracha apenas.
5.4 A dinâmica de grupo terá a duração de 2 horas e será realizada no dia 07 de novembro de 2012, com início às 10 horas na Sala de aula do prédio de Ciências Florestais da FCA.
5.5 O debate terá a duração de 2 horas e será realizado no dia 07 de novembro de 2012, com início 14 horas na Sala de aula do prédio de Ciências Florestais da FCA. O assunto a ser discutido no debate será informado, previamente por escrito, na ficha de Inscrição do candidato.
5.6 As entrevistas serão realizadas no dia 21 de novembro de 2012, com início às 9 horas na sala de reuniões do andar superior do Prédio de Ciências Florestais da FCA.
5.7 O horário da entrevista, de cada candidato, será previamente agendado e avisado durante o processo seletivo, pelos membros da comissão de seleção, podendo ser variável o tempo de duração de cada entrevista.
5.8 Não será admitido o ingresso de candidato no local de realização das etapas após o horário fixado para o seu início.
5.9 Não haverá segunda chamada para as etapas. O não comparecimento a estas implicará a eliminação automática do candidato.

6 DOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

6.1 A todas as etapas será atribuída uma nota na escala de 0 a 10, com diferentes pesos estabelecidos pela comissão de seleção.
6.2 Todos os membros da comissão de seleção, em qualquer uma das fases do processo seletivo, poderão atribuir notas aos candidatos.
6.3 A nota final será a média ponderada das notas recebidas em cada etapa da seleção.

7 DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE

7.1 Em caso de empate na nota final, terá preferência o candidato que, na seguinte ordem:
a) possuir maior nota na Entrevista;
b) obtiver maior nota na Dinâmica de Grupo;
c) obtiver maior nota da Produção de Textos;
d) obtiver maior nota no Debate;
e) possuir maior coeficiente acadêmico;

8 DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

8.1 Os candidatos poderão obter informações referentes ao processo seletivo na sala do Grupo PET, localizada do andar superior do prédio de Ciências Florestais na FCA ou pelo e-mail: petflorestalunesp@gmail.com.
8.2 A inscrição do candidato implicará a aceitação das normas para o processo seletivo público contidas nos comunicados, neste edital.
8.3 É de inteira responsabilidade do candidato acompanhar a publicação de todos os atos, editais e comunicados referentes a este processo seletivo público no mural do Grupo PET.
8.4 O presente processo seletivo tem validade até o lançamento de novo edital.
8.5 Este edital entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.
8.6 Casos omissos a este edital serão julgados pela Comissão de Seleção, sendo as decisões desta comissão soberanas, irrecorríveis e irrevogáveis.

Botucatu, 11 de Outubro de 2012.

Leave a comment »

I Simpósio de Silvicultura Urbana e I Dia de Campo de Arboricultura

De 29 a 31 de Outubro de 2012

As árvores em vias públicas e demais áreas livres de edificação são constituintes da floresta urbana, atuam sobre o conforto humano no ambiente, por meio das características naturais da vegetação arbórea, proporcionando sombra para pedestres e veículos, redução da poluição sonora, melhoria da qualidade do ar, redução da amplitude térmica, abrigo para pássaros e harmonia estética amenizando a diferença entre a escala humana e outros componentes arquitetônicos como prédios, muros e grandes avenidas.

Como parte das atividades planejadas para o ano corrente e entendendo a relevância do tema, o Grupo PET Engenharia Florestal promoverá o I Simpósio de Silvicultura Urbana. O evento inovador pretende aprofundar o conhecimento sobre o tema, através de palestras ministradas por profissionais atuantes e pesquisadores da área. O I Dia de Campo de Arboricultura têm o intuito de promover os principais tratos culturais do elemento central do nosso evento, a árvore.

Público Alvo:
O I Simpósio de Silvicultura Urbana e I Dia de Campo de Arboricultura são destinados para estudantes de graduação, de pós-graduação, profissionais de várias áreas do conhecimento e de diferentes instituições/empresas, técnicos agrícolas e florestais, e gestores do setor público.

Programação:
Em desenvolvimento.

Local:
Auditório “Paulo Rodolfo Leopoldo”
Faculdade de Ciências Agronômicas / Unesp
Fazenda Experimental Lageado – Botucatu / SP

Investimento: 
Até 10 de Agosto
Alunos de Graduação – R$ 50,00
Alunos de Pós-Graduação – R$ 70,00
Profissionais – R$ 100,00

Após 11 de Agosto
Alunos de Graduação – R$ 60,00
Alunos de Pós-Graduação – R$ 80,00
Profissionais – R$ 120,00

Desconto de 50% concedido aos bolsistas PAE.

Inscrições:
Para efetuar sua inscrição acesse o link abaixo:

http://www.fca.unesp.br/simposio/index.php?evento=MTgx

Comments (1) »

8° Encontro de Ex – alunos de Engenharia Florestal FCA / UNESP

A homenagem aos ex-alunos que completam 5, 10, 15 e 20 anos de formados será no Auditório da FCA, às 9 horas!

Os homenageados são:

Cintia Maria Toledo
Kazue Matsumoto
Sergio Luis de Miranda Mello
Alexandre Penati
Susi Meire Maximino Leite
Weidy M. Oliveira Franca Holmo
Alexandre Nardini Alves
Karin Hembik Borges
Roger Weslen Machado

1º Semestre 1997 – 15 anos
Rodrigo Augusto Dias Rodrigues
Decio Venci Filho

2º Semestre 1997 – 15 anos
Simone Takahashi
Cristiane Guarneire Frazão
Lúcia Helena Menegon Basso
Sonia Maria Pedrucci

1º Semestre 2002 – 10 anos
Eduardo Brasil Do Couto
Felipe Ferreira Onofre
Gabriela Duarte Vilela
Juliana Barreiros
Liziane Araujo Gomes
Luciano Ricardo Gois

2º Semestre 2002 – 10 anos
Carlos Eduardo Salvador
Danielle Celentano
Fabio Alves
Fabio Godoy Nogueira
Gretta Lee Dias
Jean Teossi
Luiz Roberto de Oliveira
Patrícia Barrichelo
Pedro José Ferreira Filho
Ricardo Alexandre Messias de Oliveira
Sheila Rodrigues dos Santos
Suzana Cristina Lourenço
Tamara Inês dal prá Rubio
Thiago Giani Cabral Maragno

2º Semestre 2007 – 5 anos
Leandro Brabo da Crús
Karina Goulart Tumura
Talita Angelico dos Santos
Renata França de Oliveira
Leonardo Augusto Martins
Kairo Henrique Pereira Fernandes
Juliana de Lima Gonçalves
Débora Tofoli Rossi
Leonardo Soriano
Jonas Felipe Salvador
Camila Horiye Rodrigues
Thalita Fernanda Sampaio
Rafael Thiago Barbieri
Renata Simonete Meloni
Eiad Nail Atwa Oyhman
Kaliana Moro Tanganelli
Cleber da Silva Pinto
Ana Paula Carraro
Juliana Asenjo Rosa
Fernanda Horiye Rodrigues
Deyvid Toniões do Prado
Ana Luiza Xinenes Costa Neves
Micael Rondon Pugliesi
Mirian dos Santos Massoca
Glaúcia Keiko Sesoko
André Eduardo Rodrigues Azenha
Raphael Gonçalves dos Santos
Andressa Maria da Rocha Bonfá
Adriana Aparecida Firmino
Ana Carolina Casemiro Vieira
Julia Franco Stuchi
Tatiana Rodrigues Fernandes
Natalia Bianchi Filardo
Henrique David Pacheco
Camila Zorzetto Goes
Helga de Oliveira Yamaki
Elisa Dias Alves da Silva
Diorande Bianchine Júnior
Maria Claúdia Martinelli Trabulsi
Ludmila Pereira Conrado
Maira dos Santos Fiori
Maria Clara Leal Ribeiro da Silva
Daiane Gaia

Quem for comparecer comunicar ao grupo PET –  Engenharia Florestal! Para que os certificados sejam providenciados. (Confirmar no e-mail: pgadsilva@fca.unesp.br)

O Churrasco será a partir das 12 horas na chácara Peccus!

Vai rolar muito som e integração!
Entrada:
R$ 5,00 graduandos
R$ 10,00 ex alunos
Toda a comunidade acadêmica está convidada!

Leave a comment »

Estudo de Egressos

O grupo realiza o estudo de egressos do curso de Engenharia Florestal da FCA/UNESP de Botucatu. Este trabalho tem por objetivo formar  um banco de dados com informações da atual situação profissional dos egressos do curso, avaliar a participação em atividades extracurriculares durante a  vida academica, analizar as dificuldades e tempo para ingresso no mercado de trabalho e no caso de petianos, a importância da participação no PET para a formação do profissional.  O levantamento de egressos  é importante também para a IES, pois os dados obtidos podem ser considerados para a avaliação da Instituição.

Você pode encontrar nosso formulário no link abaixo:

http://www.jotform.com/form/10401308682

Caso seja um de nossos ex-alunos, por favor  colabore!

Comments (1) »

A arte da memorização: Poucos conseguem ou muitos não a exercitam?

Quem já não foi dormir com as obrigações do dia posterior traçadas em sua cabeça e, mesmo assim, viu-se perder no tempo? Quem nunca escreveu em sua mão aquilo que precisava fazer quando chegar em casa após o trabalho? Quem nunca estudou pra uma prova e no dia de resolvê-la deu um “branco” em sua memória? Pode ter certeza que, se não forem todas, a maioria das pessoas que está lendo essa matéria passou por pelo menos uma dessas situações escritas acima.

O papel da memória não é apenas o de simples reconhecimento de conteúdos passados, mas um efetivo reviver que leva em si todo ou parte deste passado. A memorização não é um exercício fácilde realizar, no entanto, todos nós temos a capacidade para tal. Para isso existem diversas técnicas que auxiliam no seu desenvolvimento. Neste artigo, seráverificado que os únicos responsáveis pela sua ativação somos nós mesmos.

Às vezes nos perguntamos: “Por que sei cantar a letra toda dessa música, mas não consigo decorar a matéria para a prova de amanhã?”. Essa é uma pergunta recorrente, mas que permite algumas observações. Quando se ouve uma música, de preferência de nosso gosto, nossa mente realiza associações capazes de armazenar informações. Desta maneira, é possível saber a letra toda de uma música em apenas alguns minutos, associando-a aos diferentes tipos de lugares, histórias e situações que vivemos seja no passado, seja no presente. Já no caso da prova, geralmente não estamos totalmente relaxados e descansados quando começamos o estudo. O nervosismo é peça fundamental nesse cenário. Outro fator determinante para o insucesso na memorização da matéria é o “desinteresse” pela mesma. Ou seja, suponhamos que a prova seja de uma matéria a qual não nos identificamos muito. Logo, nossa mente não é preparada devidamente para nos concentrar e guardar tais informações, uma vez que as consideramos “desnecessárias” ou “entediantes” para o momento. É importante dizer, também, que decorar não significa entender. Um exercício ou uma situação que é decorada não expressa sentimentos e não representa satisfação, passando a ser considerada apenas como obrigação. Assim, não é saudável fazer algo apenas por obrigação.

A diversidade de atividades colabora na estimulação dos neurônios no exercício da memorização.A nossa vida é intensa, de maneira que a todo o momento estamos expostos às diversas informações e precisamos estar atentos para não perdê-las de controle. Em meio a essa grande quantidade de informações, surgiram as tecnologias que nos permitem armazenar aquilo que antes nos deixavam com a cabeça cheia de preocupações. Hoje, celulares e computadores fazem atividades antes realizadas por nós mesmos. Quem não prefere anotar o número do telefone do amigo na agenda do celular, ao invés de conseguir de maneira criativa fazer associações para memorizá-lo? Felizmente ou não, tornamo-nos reféns dessas tecnologias e isso desestimulou-nos na tarefa de exercitar nossa memória.

Pois é diante deste cenário queum dos maiores memoristas do país, Renato Alves – outorgado pelo RankBrasil, (GUINESS BOOK) o livro dos recordes brasileiro, como primeiro recordista brasileiro de memória, baseou-se nosestudos para a melhoria no desempenho de uma prova/concurso, revelando a existência de quatro técnicas que auxiliam na memorização: 1) Organização; 2)Concentração; 3)Exercício; 4)Saúde e bem-estar.

1)      É necessário planejar um blocode atividades e, através delas, determinar o tempo exigido para a realização de cada uma;

2)      Não basta apenas ler. O exercício da leitura, aliada a fala e a repetição, permite ao nosso cérebro entender o conteúdo que lhe foi transmitido, facilitando na memorização do mesmo;

3)      Feito o estudo da matéria de maneira concentrada, é necessário o exercício para a fixação do conhecimento. Para isso, é importante que a pessoa exercite, de maneira prática, tudo aquilo que foi estudado na teoria;

4)      Dê um tempo para seu corpo e sua mente relaxar. De nada adianta ficar um dia todo trancado no quarto estudando pra prova do dia seguinte. Pratique um exercício físico, libere suas energias, distraia o corpo e a mente,alimente-se bem e tenha boas noites de sono.

 

Pode ter certeza que o cumprimento de tais recomendações proporcionará uma clara e perceptível melhora em nossas vidas.Assim, chegamos ao ponto de afirmar que todos nós temos a capacidade de memorizar as coisas, afinal somos seres pensantes e inteligentes para isso. No entanto, precisamos saber lidar com as nossas atividades, indo desde o seu planejamento até sua execução com maestria.

 

“Não nos lembramos de tudo, lembramos aquilo que tem significado, aquilo que é importante. Assim, vivemos entre a memória e o esquecimento, talvez porque vivamos entre o ser e o não ser mais. Certamente precisamos de ambos para viver. A memória nos faz lembrar de quem somos, e é o que nos faz querer, ir a algum lugar.”(Autor desconhecido)

 

Saiba mais:

http://www.renatoalves.com.br/

http://www.renatoalves.com.br/blog/

 

Texto: Gustavo Cardoso Fernandes (Kajobs) – Pet Eng. Florestal

Leave a comment »

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.